• 12 DEZ 17
    Medicina Dentária

    Medicina Dentária

    A Medicina Dentária é a área da saúde humana que estuda e trata do sistema estomatognático, que compreende a face, pescoço e cavidade bucal, abrangendo ossos, musculatura mastigatória, articulações, glândulas, dentes e tecidos. Por saúde oral, entende-se a ausência de doença estomatológica, bem como a correcta função, estabilidade e até mesmo estética de todo o sistema estomatognático. É hoje certo e sabido que a saúde oral tem sérias implicações na saúde humana, sendo as duas indissociáveis. Zelar pela higiene bucal, assim como da saúde e estética do sistema estomatognático, são atribuições do Médico Dentista.

    Recomendamos o nosso Médico Dentista:

    Dr. Ricardo Cauterucci

     

    SERVIÇOS DISPONÍVEIS:

    -Implantologia
    Os implantes dentários são pequenos parafusos de titânio que substituem a raiz dos dentes perdidos. Titânio é o único material da natureza que não tem interação com os tecidos ósseo e gengival, sendo perfeitamente incorporado na cicatrização. O implante serve de apoio à prótese, que é uma réplica do dente original. Nas suas mais diversas indicações, os implantes dentários podem substituir um único dente, um grupo de dentes, ou até todos os dentes da arcada. O tempo de cicatrização pode variar, sendo que nas técnicas mais atuais, a depender da indicação, o paciente poderá sair com os dentes instalados no momento da colocação dos implantes.

    -Endodontia
    A Endodontia é a área da Medicina Dentária responsável por diagnosticar e tratar as enfermidades da polpa dentária (tecido mais interior do dente) e tecidos anexos.
    O tratamento endodôntico mais comum é também conhecido como “desvitalização”, uma vez que envolve a remoção da polpa dentária, que é a parte viva do dente, composta por vasos sanguíneos e nervo, localizada na parte mais interna do elemento dentário.

    A presença de uma cárie profunda, de uma infeção gengival ou a ocorrência de um trauma pode acabar por danificar permanentemente a polpa dentária. Uma vez danificada, inflamada ou morta (necrose pulpar), a polpa precisa ser removida, do contrário poderá causar dor, edemas e infeção, podendo até, em casos mais graves, afectar órgãos nobres como o coração e pulmão.

    Após a remoção da polpa, o Médico Dentista Endodontista realiza uma limpeza detalhada, com a profunda desinfeção da área interna do dente e preenche o espaço, anteriormente ocupado pela polpa, com um material biocompatível, capaz de manter toda a área livre de futuras contaminações.

    -Ortodontia
    A Ortodontia é a especialidade da Medicina Dentária relacionada ao estudo, prevenção e tratamento dos problemas de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento da face, dos arcos dentários e da oclusão, ou seja, disfunções dento-faciais.

    Dentes tortos ou dentes que não se encaixam corretamente são difíceis de serem mantidos limpos, podendo ser perdidos precocemente, devido à formação de cáries e à doença periodontal. Também causam um estresse adicional aos músculos de mastigação que pode levar a dores de cabeça, síndrome da ATM e dores na região do pescoço, dos ombros e das costas. Os dentes tortos ou mal posicionados também prejudicam a sua aparência.

    O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável, proporciona uma aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durar a vida toda.
    Não há idade máxima para a colocação do aparelho ortodôntico, desde que se tenha saúde adequada dos dentes e dos tecidos adjacentes.

    -Periodontologia
    Periodontologia é a ciência que visa o diagnóstico e o tratamento dos processos inflamatórios e infecciosos dos tecidos de sustentação dos dentes (gengiva e osso)..
    As doenças periodontais além de serem fatores de risco prováveis para as doenças sistêmicas, com sua evolução, causam grande prejuízo estético, halitose, mobilidade dentária e finalmente a perda dos dentes, podendo em casos mais graves acometer até o músculo cardíaco.

    No tratamento periodontal são realizadas sessões de raspagens, que podem ser manuais e/ou através de aparelhos de ultrassom. Enxertos gengivais, cirurgias para raspagens mais completas e cirurgia plástica gengival, muitas vezes podem ser necessárias a depender do estágio da doença instalada.

    -Cirurgia geral
    A Cirurgia é a área da Medicina Dentária que inclui o diagnóstico e tratamento cirúrgico de doenças, traumatismos e deformidades envolvendo ambos os aspetos estéticos e funcionais dos tecidos moles e duros da cabeça, boca, dentes, gengivas, maxilares e pescoço.

    Procedimentos cirúrgicos são comuns dentro de um consultório dentário.
    Como exemplos dos principais procedimentos realizados temos as exodontia, a frenectomia labial e lingual, a cirurgia de tracionamento ortodôntico de dente incluso, a cirurgia de remoção de siso incluso/impactado e a biópsia na cavidade oral.

    -Prótese
    Próteses dentais são dentes artificiais que são instalados com a finalidade de restabelecer função, saúde e estética. As próteses podem ser de vários tipos, como por exemplo, fixas (coroas) ou removíveis (esquelética, ou acrílica), parciais ou totais (dentaduras com ou sem implantes). Diversos materiais podem ser utilizados para a confecção das próteses, como por exemplo o acrílico, a resina, o metal e as porcelanas.

    -Tratamento das DTMs (disfunções têmporo-mandibulares) e das hiperatividades musculares.

    -Laserterapia
    O Laser é uma luz amplificada (luz pura) que apresenta características próprias, atuando em inúmeras áreas de modo pontual, desde minimizar o desconforto da anestesia, além da melhora da sua absorção, como para reparação dos tecidos, edemas, promovendo o alívio da dor de diversas etiologias, incluindo hipersensibilidade dentinária, dores de origem pulpar, dores nevrálgicas, dores em tecido mole, mialgias, dores de pré e pós-operatório, entre outras aplicações.

    -Dentisteria
    A Dentisteria é a área da Medicina Dentária responsável pela restauração de dentes com lesão de cárie, fracturados, ou com defeitos de forma, cor ou posicionamento.

    Com o advento da nanotecnologia, as resinas ganharam posição de destaque nas restaurações dos dentes anteriores e posteriores. O antigo amálgama de prata (restauração de metal) perdeu completamente espaço para as novas resinas, que não apenas devolvem a estética de uma forma agradável, mas também a função e a saúde ao dente, pois não tem mercúrio na composição.

    -Lentes de Contacto/Laminados Dentários
    As Lentes de Contacto são lâminas de porcelana artesanais ultrafinas, de 0,2 até 0,5 milímetro, que são aplicadas sobre a superfície dos dentes proporcionando um sorriso o mais próximo possível do ideal. Defeitos de cor, forma, e até correções de posicionamento são possíveis através do procedimento, que apresenta resultados imediatos e duradouros. Além da estética impecável, os laminados dentários, para sua confecção, necessitam de pouquíssimo desgaste da estrutura dentária (desgaste praticamente imperceptível, na maioria dos casos). Devido a alta tecnologia empregada na técnica, grandes transformações no sorriso são possíveis em apenas 15 dias normalmente.

    -Branqueamento Dentário
    Com o passar dos anos nossos dentes vão escurecendo e manchando, ganhando aspeto de velhos e mal cuidados. Dentes brancos dão à fisionomia um aspeto mais saudável e bonito. Bem executado e supervisionado por um Médico Dentista, o branqueamento não danifica os dentes, nem as estruturas adjacentes. O branqueamento indicado varia de acordo com as características pessoais e idade de cada um. Precisamos, no momento da indicação, avaliar também a integridade dos dentes e os motivos do escurecimento.

    Várias técnicas podem ser utilizadas pelo Médico Dentista, dependendo das condições clínicas do paciente.

    #Branqueamento ambulatório– pode ser realizado pela própria pessoa em casa utilizando goteiras, fazendo com que o gel clareador permaneça em contato com os dentes por algumas horas, a promover o branqueamento.

    #Branqueamento a laser– método realizado no consultório, feito através de um gel clareador com alta concentração do produto e ativado por um laser.

    #Branqueamento interno– Este tipo de branqueamento é utilizado para dentes que sofreram um escurecimento exagerado, após um tratamento endodôntico (tratamento de canal), onde o gel clareador é colocado dentro do dente, e é feito em algumas sessões, dependendo do grau de escurecimento do dente, muitas vezes esta técnica é utilizada em conjunto com as demais.

    Marcar consulta aqui

    Voltar a ver todas as especialidades clique aqui

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress